23 julho 2007

Terceira Galáxia Poética

O mar é lindo de morrer! (e de viver)

Amo o mar.
Eu, que não sei nadar....
que só sei vagar,
que só sei pensar.

Amo o mar.
Apesar de não saber nadar,
de não saber remar,
e de só saber amar...

Amo o mar.
Eu, que não sei remar,
que não sei navegar,
que vago à deriva,
apesar da mão pousada sobre o leme...

Amo o mar.
E, apesar de não saber nadar,
mergulho fundo,
sem medo de me afogar.
No profundo oceano
dos sentidos.
Pois só sei amar...

Amo o mar.
Eu, que não sei navegar,
que só sei pensar,
que só sei doar...
o meu amor.
Para quem sabe
a vela içar,
e o leme manejar...

Amo o vento.
Que revolve o mar,
e que pode me levar,
se eu souber voar (já que não sei nadar),
aonde o azul do mar
encontra o azul do céu.

abril/2007

2 comentários:

Caroline G. Gil disse...

Que linda essa poesia, outra que amei ! Mto lindo seu blog, parabéns ! Abraço !

Liv´s From Lórien disse...

Olá Caroline, que bom que gostou.
Tb gostaria de conhecer outros poemas seus.
Abraços!